Jonestown: A Vida e Morte no Templo do Povo

Hoje chegou mais um post bem bacana no nosso email enviado pelo Daniel. Quem quiser participar do blog é só enviar para blog@kanafilmes.com.br

Valeu Branco.

 

jonestown

 

Assistindo a esses programas evangélicos madrugadas a fora, me pergunto o quanto a solidão e o desespero levam as pessoas a atitudes extremas. Como acreditar em palavras vazias ditas em tons agressivos e histéricos por pessoas que se dizem porta-vozes de Deus e se auto-intitulam “pastores”, “bispos” ou “apóstolos”?

Há pouco mais de uma semana completou 30 anos o massacre de Jonestown, cidade construída no meio da selva da Guiana pelo pastor Jim Jones, fundador da igreja americana Templo do Povo. A idéia era construir uma comunidade auto-suficiente onde não houvesse interferência da sociedade capitalista. Pessoas abandonavam seus lares, muitas vezes vendendo suas casas (o dinheiro era automaticamente repassado à Jones) e partiam com suas mulheres, filhos, pais, mães e filhas, cachorros, gatos e galinhas para o meio da mata em busca de uma razão de viver. Mas Jim Jones não era exatamente um modelo de líder e no dia 18 de novembro de 1978 ordenou que “seu” povo, incluindo bebês e crianças, tomasse uma mistura de suco com cianeto em razão de complicações na sua “gestão”, incluindo proibições expressas de abandono da comunidade e o assassinato a tiros de um deputado americano e alguns jornalistas que visitaram Jonestown à fim de verificar se as notícias que chegavam na América de que Jones espancava seus fiéis em público e obrigava os habitantes da cidade que levava seu nome a praticarem sexo com ele procediam. Foram quase 1000 mortos num dos maiores suicídios coletivos já conhecidos.

A dica vai para o excelente documentário Jonestown: The Life and Death of Peoples Temple. Abaixo segue a seqüência legendada das 9 partes do documentário no You Tube, mais fácil e rápido de assistir, uma vez que é muito difícil achar o doc legendado para baixar na net.

 http://br.youtube.com/view_play_list?p=CBA80BFD51825218

 

Semelhanças, inclusive físicas, com “Shows da Fé” da vida não são meras coincidências.


post: Daniel Moioli

3 Respostas para “Jonestown: A Vida e Morte no Templo do Povo

  1. O ocorrido em Jonestown realmente mostra como o povo em geral sofre de uma carência inesplicável que precisa ser suprida de alguma maneira. Loucura total. Merece virar filme.

    Só um detalhe, uma das razões pela qual Jim Jones e seus seguidores trocaram os EUA pela selva da Guiana foi que ele passou a ser investigado nos EUA e surgiram várias fatos estranhos que podiam por fim ao “templo do povo” e colocar Jones na prisão…

    Engraçado, para onde será que iriam os bispos e pastores daqui se eles passasem a ser investigados???

  2. Muito bom o texto, gostei.

    Essa história é um mistério.

    Até q ponto vai a fé das pessoas? Até que ponto elas estão sensibilizadas e suscetíveis à esse tipo de liderança espiritual?

  3. JOSE HERCULINO DA SILVA

    SE ALGUÉM TIVER FOTOS DA TRAGÉDIA, QUE PUBLIQUE PARA QUE O MUNDO TOME CONHECIMENTO E NÃO SE ILUDA COM ESSE BANDO DE SALAFRÁRIOS QUE SE DIZEM PORTADORES DE DEUS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s